Último post do ano


2011 foi um ano ruim.

Pegando emprestada a expressão do John Fante.

E, pelo que pude perceber, não foi apenas para mim que algumas muitas coisas desandaram nos setores profissional, acadêmico e afetivo.

Foi um ano em que a literatura disputou espaço com problemas e crises, impedindo que eu rendesse como gostaria e como rendi no ano anterior. Acreditem, deitar na cama todas as noites, olhar para o lado e me deparar com duas pilhas gigantes de livros não lidos no criado-mudo doeu. Pior que isso, só a falta de motivação para lê-los somada aos projetos que abandonei, os que não andaram e, claro, às metas pessoais não cumpridas.

Quero que 2012 seja o ano do esculacho.

Pegando emprestada a expressão dos avassaladores.

Quero patrolar todas as adversidades fazendo a única coisa que eu sei fazer (mais ou menos direito) na vida, que é ler. Quero manter meus critérios e minhas ambições no alto e não balançar só porque alguém, ou alguma instituição, ou mesmo o cansaço intelectual me disse que eu não poderia.

Ainda não sei de onde tirei forças pra escrever esse último texto do ano. Ando exausta física e intelectualmente.

Balanço negativo à parte, quero desejar a todos que acompanham o blog um final de ano lindo! Com menos crises e mais estudo e trabalho! Quero agradecer também a todos pelo apoio, pelo carinho e pelos comentários, é bom saber que não ando só nessa minha “jornada”.

Que as crises sirvam para nos fortalecer :)

Acho que é essa a minha principal mensagem.

Feliz Natal e próspero ano novo!

Abraços,
Amanda

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s